Rubia & Beto

Loading...

031 - Poesias & Poemas
031 - Poesias & Poemas

 

Lembranças

Que saudades que guardo do teu corpo,

Saudades de um simples toque na tua pele suave,

que me fazia tremer pelo simples fato de saber que te tocava.

Tocava não só o teu corpo mas principalmente o teu diamante

que sentia pulsar firme em minha mão,

enquanto beijava o teu peito.

Sinto saudades de te abraçar junto do meu corpo

para novamente sentir voce dentro de mim.

 

Sou tua

Tu me querias nua
E nua fiquei
Me amou sem perdão
Indo e vindo com pressão,

Tu querias na boca
E com a boca chupei...
Me ordenou de quatro
Pra ti empinei.

 
Cada vontade cada desejo
De te ter dentro de mim...
Vagando, indo e voltando
Me fazendo gozar.

 Mordi tua extremidade rígida
Vendo tua cara de aflição...
Goza no meu rosto, na minha bunda
Sou tua, sou tua.

Nua, vestida, sou tua...

  

Minha Putinha

Sei bem do que gosta,

Entendo o que quer...

Quando se deita na minha cama,

Te chamo de mulher...

É menina, é mulher...

É sonho, é realidade...

É tristeza, é alegria...

É numa fração de segundo,

Tudo que existe no mundo...

É tímida, exagerada,

Delicada, atrevida,

Faminta, inquieta,

Calma, doce...

É quem realmente é...

Igual a tantas outras...

Nem perfeita,

Nem imperfeita...

Modelada com maestria.

Quando por suas mãos sou tocado,

Por sua boca beijado,

Nesse instante se transforma

Agora é minha putinha...

Quero Agora

  

 Não importa onde
Quero agora
Tua boca em mim Não importa como
Quero você agora
Sem desculpas
Louca
Devassa
Profana
Safada
Do jeito que eu mais gosto.

 

Fantasia 

Passei a noite toda
Imaginando você e eu
Eu e você
Na minha imaginação
A noite foi louca
Louca de muito prazer
Quanta sedução!
Eu fui tomada
Pelo mais louco tesão
Olho no olho
Beijo ardente
Que noite surpreendente
Sentir seu beijo com desejo
Quando os teu lábios
Veio de encontro aos meus
Naveguei no seu corpo
E você navegou no meu
Nossos corpos se entrelaçaram
Como se o invés de dois
Fosse apenas um
Quanta magia!
Pena que tudo foi apenas
Na minha fantasia.
 

 Decidida

Não se engane eu que escolhi ser tua putinha.

Eu escolhi te deixar louco.

E te deixo “duro” com um simples olhar.

Também foi minha escolha cada punheta que tocas pra mim

Cada vez que gozas me imaginando ali,

Ajoelhada e submissa.

Eu decidi...

Decidi que ias ser um puto pervertido.

Que só pensa na minha bunda e na melhor maneira de me comer.

Hoje, tu és meu devasso, meu tarado, porque eu quero assim.

E no nosso universo de fodas, prazeres e gozos,

Tu és o meu crime mais gostoso.

Quero fazer amor com você

Não consigo me controlar mais
Já não encontro mais paz
Está difícil de esconder
Quero fazer amor com você!
Quero mergulhar no seu prazer
Não consigo controlar esse desejo
De querer sentir o gosto do seu beijo
Quero sentir em mim o seu desejo
Quero te amar pra valer
Te olhar frente a frente
Que nossa paixão cada dia aumente
Quero me sentir dentro do seu ser
Te abraçar, te beijar, te querer
Até o êxtase total
Te fazer sentir-se muito especial
Quero fazer amor com você!
E de tudo nesse momento esquecer
Vendo seus olhos brilharem
Quando minhas mãos com carinho te tocarem
E você de tão feliz fenecer
E quando essas palavras tocarem seu coração
E você sentir a mesma emoção
Então você vai realmente saber
Que quero fazer amor com você!

 

ENCONTRO SENSUAL

Você nua, ao meu lado, à beira da cama...

Observo... Olhos à caça como um leão...

Você percebe e se envolve na minha trama...

É paixão, é carne em extrema sensação...

Ah! Que desejo incontrolável o de querer você...

Não resisto, simplesmente vou ao teu encontro...

Tua boca, pescoço, costas e braços me pertencem...

Entre beijar e morder, agarrar e te apertar,

 mordisco teus seios, aperto tuas nádegas, sinto tuas coxas...

Que loucura! Jogo-te à cama, assumo o controle...

Teu corpo eu exploro... Molhado e sedento...

 Corpos que se contorcem na dança do tesão...

Macho e fêmea em corpos unidos...

Que sentem sabor do prazer com intensa excitação,

Língua que explora boca que arrebata,

Corpos que se percorrem nas estradas da paixão,

Estrela cadente em prazer que quase mata

São asteroides em rota de colisão.

 É falo em riste, é fera no cio, é urro do leão.

Amazona que em mim cavalga,

Sou teu homem, teu macho sedutor,

Penetro-te com minha adaga,

E entre nós só existe carinho, amor e paixão!

O Ato

Nossos corpos se abraçam, as mãos se entrelaçam.

Nos olhos o desejo, nas bocas que se unem a ânsia dos beijos.

A respiração se entrecorta.

Minhas mãos acariciam seu corpo,

que responde ao meu em busca da posse.

Meus seios, nas suas mãos, duas taças que transbordam o vinho do prazer.

Suas mãos, as minhas...caminham entre nossas pernas,

buscando passagens secretas.

A fenda que umedece, se abre, recebe o falo ereto que penetra,

mete, arremete, se inunda de louco prazer...

Minha voz num sussurro, tenta eliminar seu cansaço...

Sua fronte no meu colo pousa, serena, em descanso...

Minhas mãos, Qual plumas, passeiam ávidas pelo teu corpo...

Minha boca te acaricia e no mais profundo do teu ser...

Vem amparar teu gozo,

Sempre e mais, nos debatemos nesse desejo louco,

que cresce, intumesce, alaga e despe nossas almas e nos faz feliz, por ora...

Com tão pouco!

 Naquele Momento

 Naquele momento supremo
quero quebrar teus mitos,
bater na tua cara,
e ouvir o doce lamento,
sufocar os teus gritos,
destruir tua indiferença,
acabar com tua crença,
dominar tua vontade,
te deixar muito louca,
dobrar teu orgulho,
tapar tua boca
e me afogar num mergulho,
eu te quero escrava
para te consumir,
quero toda nua
para te seduzir,
à luz da lua
quero te subjugar
feito louco,
quero amar, amar,
quero te ouvir implorar
um pouquinho mais de mim,
acabar com este marasmo
e te matar aos poucos, de tanto, tanto orgasmo...

 

 Fome de Você

 Sinto sede, sinto fome de você! 

Sinto sede do seu sorriso que encanta a minha alma,

Fome da sua voz que instiga os meus sentidos,

Excita a minha imaginação e me deixa enlevada de tesão!

Sinto sede e fome da sua boca ávida, fico a imaginar...

Seria os seus beijos uma dádiva? 

Sinto sede e fome de você! Sede da sua alma,

Fome do seu corpo... Dos seus abraços, do seu cheiro! 

Venha amor! Sem receios... Sem pudor matar a minha sede,

Saciar a minha fome entregar-se a esta paixão sem medo de viver,

Deixando apenas a vida acontecer!

 

 Teus olhos

 Ah, estes teus olhos que me convidam a fazer coisas proibidas...

 Com paixão, tesão e loucura!

 Estas tuas mãos loucas e atrevidas que me fazem delirar...

 Quando penso em senti-las a deslizarem por minha pele

 Em senti-las me penetrando os orifícios!

 Este fogo que vejo em teu olhar todas as vezes que a mim vem...

 Faz-me sussurrar gemidos, Implorar sempre por mais!

 E tremer a língua que sedenta de ti...

 Quer ser possuída por inteira!

Sexy

 Várias vezes olhei pela janela

via você sentada

semi nua entregue aos desejos da carne

seu corpo vibrava suas pernas tremiam

sua lingerie negra acentuava suas belas curvas

enquanto ollhava minhas mãos suavam,

desejo incontrolável de te tocar, sentir tua pele

o gosto de cada parte de seu corpo

ouvir sua voz sussurrando em meu ouvido

queria poder arrombar a porta

ir te atacar como um ser possuído.

Querendo e desejando aquela mulher tão sexy que

delirava entregue aos espasmos do tesão.

O corpo pulsando e me chamando

como se fosse um belo doce sobre a mesa

esperando para ser deliciado

Amo aquele seu sorriso de satisfação

quando já entregou-se de corpo e alma

 

 Sabor de Paixão

Nossos corpos ardendo você se insinuando fazendo meu corpo suar

Somente de lingerie Você fica se tocando

 Mas não deixa que eu a toque... Fico louco de tesão

Vejo você nua... Puro prazer de costas pra cima

 Chego junto a você seu corpo serpenteia

 Fogo com fogo... Tesão...

 Vontade de possuir todo esse corpo que queima

Beijo você e deixo você bem relaxada

 se entregando ao delírio de um orgasmo

 Prazer intenso, gozos múltiplos

Por fim meu leite jorra em suas costas... Uma delicia...

 

 Sinto seu desejo

 Senti seu desejo por mim

Provei dos teus lábios sabor de pecado e prazer

 Devagar fui descobrindo a maciez da tua pele

 Passeei por teus belos seios

 Senti tuas coxas e pernas de encontro as minhas

 Com carícias quentes aos poucos fui te descobrindo

 Teu sexo úmido procurando por meu sexo duro de desejo

 E no abismo entre tuas coxas quentes a deslizar

Enfiei minha lança dura de prazer

 Gemias sob os beijos gemias

 E a me espremer ias mexendo os quadris e seu sexo em ritmo lento

 O gozo pleno, veio em ondas, senti teu grito no meu sexo

Explodi em jorros de prazer, eu esvaído em gozo lá no fundo

meu doce leite inundava tua fenda rosea,

 Escorrendo entre suas coxas, e por fim o mais belo beijo

 Molhado de amor...

 

 Tesão

 Tesão é aquele que dá aquele gelo na espinha,

 que deixa nossa pele corada,

 que aumenta nossa temperatura,

 e faz a cama pegar fogo.

 Tesão é aquele que aumenta as batidas de nosso coração,

 É onde ele fica ereto e ela molhada,

 Tudo amontoado em um turbilhão de sentimentos e emoções,

 que percorre nossa mente e nosso corpo.

Tesão é aquele que faz acordar a nossa fera do desejo sexual,

 faz com que aconteça o ato com tanto amor e paixão,

 é aquele que deixa o beijo mais gostoso,

a boca suave e a mente criativa.

 Tesão é um sentimento que revira nossos pensamentos,

 em que começamos a imaginar coisas sem pudor algum,

aumentando a vontade do amor, da hora da transa,

 Faz com que nossos corpos roçando se incendeiem

as mãos passeiam e apertam cada pedacinho do corpo

 com muita vontade de possuir a pessoa amada.

 Tesão é a resposta ao estímulo de cada casal

 tesão é o desejo de amar de sentir as partes se unindo

 o falo masculino entre as pernas da mulher

 entre outras posições é claro.

 É ótimo sentir tesão.

 

TUA PORRA

 Desejo beber teu leite,
azeite de oliva branca.
Provar o macio das tuas coxas,
a rigidez do teu pau.
Beber tua porra quente,
e te ver molinho, molinho.
Bem meu. Ali,
à minha mercê.

 

 Vem agora

Sensual... Me quer nua, sua?

Vem... Não demora Me ama agora, me devora estou em êxtase me beija...

Morde meus lábios safados, molhados...

Vem... Não demora Me ama agora me sacia com tua boca louca

me dá teu mel e não o fel me toca com tuas mãos macias

me alivia num gozo, estou tensa...

Vem... Não demora Me ama agora Pele molhada, suada

quero dar gostoso pra você sussurrar sacanagens no teu ouvido

faz feliz tua putinha...

Vem... Não demora Me ama agora devagar, com força,

me fode meu animal vamos nos fundir num gozo profundo e depravado...

Vem... Não demora e me ama agora me come sem dó

se deleita no meu mel que é seu céu estou nua dentro e fora pra você...

Vem... Não demora Me ama agora

mistura de suco de línguas do teu pau com a minha buceta

gozo pervertido, delicioso e nós amados,

molhados babados, cansados suados, saciados

mas felizes... 

PERFEITINHA

Entre coxas brancas ela habita faminta
feita de rósea carne intumescida
embebida de suave néctar
quando cheia de expectativa
lábios que convidam a prazeres mútuos
desejosa da língua de veludo
que explore seus segredos deflore seus medos
descubra os encantos do grelinho descoberto
que fica no topo como num pedestal
pra ser adorado desfrutado acariciado
e a deixe assim infinita
de uma satisfação explícita não solitária
sem preceitos e preconceitos
úmida quente macia receptiva
pra ser sobretudo sentida
as dobras convidativas à espera do deleite

teu leite derramado profundamente
onde me sinto única onde mora a felicidade
e se ela não fosse de verdade
minha buceta seria um poema feito de carne.

 NOSSO AMOR É ASSIM

É assim que ele me ama...
Fingindo não saber onde começo onde termino.
Então quando se aproxima
procura encontra, cheira morde,
lambe chupa, suspira geme...
Abre todos os meus poros
me dá todo o suor,
me oferece seus perfumes
procura aquilo que é seu...
Se aproxima se afasta,
se aproxima se cala,
entra, sai, cala, fala...
O meu mundo é dentro
é fora da órbita,
e tudo é absolutamente submetido à sua paz,
não há nada de explicável...
me perco se perde,
nos perdemos nos achamos,
em belíssimos e deliciosos gemidos de gozo e amor.

 

MUITO BOM AMAR VOCÊ

Vou demarcar com meus beijos cada cantinho teu..
Degustar a tua pele e teu cheiro experimentar...
Os meus gemidos felinos eu não pretendo abafar...
Quero rasgar tua roupa e em teu corpo encostar...
Sentir teu gemer, tremer e arrepiar...
Quero te ver aflito e falando pra não parar...
Pedindo pra eu virar cavaleira e no teu corpo cavalgar...
Subir e descer vales e montanhas sem ter pressa de voltar...

FELINA

 

Sou gata... Sou fera...
Mulher em brasa
Molhada... Quentinha...
Esperando você.

 

TREPANDO GOSTOSO

Você entra você sai
Eu sento
Você vem você vai
Eu enlouqueço
Você faz tudo...

Você entra você sai
Eu hummm
Você vem você sai
Eu deixo... Você vem...

Você entra você sai
Eu deixo
Você entra você vem
Você mete fundo
Eu gemo...

Você tira você fode
Eu sussurro
Você goza eu fecho
Você jazz...

AH... OS SEIOS

Ah, os meus seios
que você adora
e observa em silêncio
que toca suavemente com os dedos
que teus lábios mordiscam
e lambem
que enchem as tuas mãos
e a tua imaginação
que te excitam
e te desesperam
Ah, os meus seios
que por você esperam ansiosos
tensos de desejo
loucos pra serem chupados
Vem
e toma o que é teu.

 

META

Sonho de todos
Viver um grande amor
Tem gente que ama sem tesão
Daí complica
Não explica
Viver um grande tesão
Sonho de muitos
E quando longe do amor
Daí complica
Não explica
Como é bom amar alguém
Que delícia é gozar
Juntar o amor e o tesão
É a meta do ser humano
Que meta! Mete mesmo e meta...
Meta mesmo e mete...

ASSINATURA

Passeia bem gostoso pelo meu corpo
e deixa nele tuas digitais
Desenha a mais bela imagem
sou tua inspiração
No meu corpo traça o prazer
e o meu coração marca com felicidade
escreve nas minhas curvas
palavras de amor e de paixão
Criador e criatura
Sou tua obra prima
Assina, vai...
Assim quem me olhar vai saber que sou tua.

PENETRANTE

Na tua cama eu me espalho
e estremeço
de tanta vontade de você
O mundo para
o desejo aumenta
Fecho os olhos...
e sinto tua boca no meu ventre
como se fosse um beija-flor
à procura do néctar preferido
Tuas mãos apertam meus seios
num apalpar delicioso
Corpos unidos buscando prazer
Um êxtase devasso me vence
Penetras minhas águas pra ser ungido
e gemo feito louca
quando cravas
tua semente na minha terra fofa
como se fosse uma lança afiada
invadindo meu corpo
reportando céu-inferno
me fazendo gozar gostoso pra você
Um tributo aos nossos sentires.

O melhor de nós

Eu o olho, admiro o tamanho e a grossura, 

Apalpo, sinto o volume, sem queixas o abocanho

 E de boca cheia lhe faço uma manha te assanhando ainda mais...

Você a olha, acaricia, sente o perfume

E como um cão no cio toca-lhe com a língua,

Sente a seiva e quer comer o que no momento, só pode lamber...

O leite teu... o mel meu...

Doces vidas tem quando gememos

Querendo mais o sumo, chegando a salivar

No maior dos números...

No melhor de nós.

 

TESÃO MALUCO

Minhas róseas carnes espancam com teus carinhos
e meu mel sorves com teus beijos
Me deixas sem rumo, sem destino, sem direção
Quando chegas assim, com esse tesão
Tesão maluco... Tesão voraz...
Tesão de mim....
Tesão de fêmea que te atiça e cede
Que brinca com tuas mãos
Que se realiza, geme e chora de prazer com você dentro
Fêmea que te adora
De todos os jeitos e maneiras.

ROSA MISTERIOSA

Minha buceta é uma rosa formosa, maravilhosa...
Eternamente cheirosa.
Na cama mais pomposa,
Esta rosa macia como o cetim,
Fica no misterioso jardim, do mágico e grandioso orgasmo...
Depois do oásis pasmo,
Ela cresce com o adubo do ardor
Que é a porra em forma de licor...
Minha buceta é uma rosa,
Nada preguiçosa,
Os espinhos da conquista,
Formam a ametista,
Da infinita fidelidade,
No prazer da verdade...
Minha buceta é uma rosa,
Humilde, nada presunçosa...
Seus pelos pubianos,
Deixam de ser ciganos,
E viram pétalas douradas,
Que iluminam as madrugadas...
Nas luas mais caladas
Seu carnudo clitóris
Com gosto de própolis.

CHUPADAS E LAMBIDAS

Primeiro me conquista com palavras que terminam num beijo longo,

quente, demorado, recheado de tesão.

 Depois a tua língua que foge dos meus lábios pra pousar em outros.

Quando não aguentas mais, me abre as pernas com fúria,

 se inclina pra baixo e vês minha buceta exposta, fechadinha,

mas já umedecida, conforme você gosta e começa a me saborear.

Lambe e chupa. Chupa e lambe.

Gemo e imploro que não pare, que me violes.

Fico encharcada, fico arrepiada, me contorço toda.

Você sabe lamber gostoso, do jeitinho que eu gosto,

 daquele jeito, lentinho, mais rápido, bem gostosinho.

Vai, gato, me come. Come o que é teu por direito, só teu.

E eu agradeço em seguida, te levando a loucura com um boquete daqueles.

Você quer? Então capricha, amor, vai me come.

QUE DELÍCIA

 

Viajando na minha imaginação
pensei em vários sabores e aromas
junto com teu pau
e eu degustando
gostando tomando
sentando levando
gozando amando.

BUTTERFLY

 

Borboletinha
Macia
Carnuda
Quentinha
Aconchegante
Convidativa

COMENDO GOSTOSO

Bebe... Sorve...
Vem... Se embriaga nas gotas do meu tesão...
Sinta comigo coisas que você ainda não sentiu com ninguém...

VULCÃO

 

Ter você é como ter um vulcão ao lado,

sentir o calor lá dentro prestes a explodir

em lava de gozo incandescente.

Sentir o tremor causado pela erupção

de um prazer sem limites.

 Os timpanos quase que explodindo

na imensidão dos sussuros e gemidos.

TUA LINGUA

 

Sinto em meu corpo tua língua
Que me arde
Como se fosse um chicote de fogo
E mesmo que eu não queira me induz a jogar o teu jogo
Me entorpece os sentidos
me abafa os gemidos até provocar o meu gozo
Que poder é esse?
Que sedução devassa é essa
que sinto sempre que me abraças?
Só de te ver me arrepia a pele em choques térmicos
E me rendo pacífica aos teus desejos hipotéticos
Me excita e me choca a tua ousadia
Mas sempre mais e mais
como num crescendo embarco na tua fantasia
E quando entregue aos nossos devaneios sentindo em meu corpo
os teus meneios nada mais importa
Abrimos do desejo as portas
e simplesmente nos deixamos levar
Gozar e amar...

 

LEITE QUENTINHO

Suas mãos percorrem meu corpo,

me deixando louca de desejo,

tira minha roupa e a sua, beija minha boca,

morde meus lábios, beija meu pescoço.

Meus seios desejam sua boca e não tarda por esperar,

eu a tenho neles, mordendo, sugando, lambendo, mamando.

Te jogo na cama, agora é a minha vez de abusar de você.

Minha boca se delicia com seu corpo todo,

minhas mãos percorrem cada centímetro

do meu objeto de desejo... VOCÊ!!!

Fico de frente a você, olho no olho.

Você adora quando faço cara de puta,

muito puta mesmo e eu amo sentir tua respiração ofegante

de tanta vontade de me comer.

Vou me oferecendo, esfregando meu corpo em você

tal qual uma cobra que rasteja.

Seguro firme teu pau e fico passando ele,

bem gostosinho, devagar,

só na entradinha da buceta e do cuzinho.

Sei que você fica louco com isso.

Estou molhadinha, quente, receptiva...

De repente, você já não aguentando mais,

para com a brincadeira

e escorrega pra dentro de mim.

Sinto teu caralho me rasgar,

você embaixo de mim empurra tudo com força,

 meu peso sobre você faz com que eu sinta

a maravilha de ser todinha preenchida.

Começa a dança, eu sobre você,

começo a delirar, sentindo que vou gozar,

mexo e rebolo cada vez mais forte e você me auxilia...

ahhhhh... que delícia.

Estou exausta, mas sinto que você me quer mais

e me posiciono à sua frente, meus olhos nos seus,

minha língua bem na cabecinha,

 lambidinhas de cima abaixo, mordidinhas, beijos,

tento por tudo na boca,

chupando e lambendo cada vez mais rápido.

Tua pica lateja, sinto que está chegando o meu precioso prêmio.

Você jorra em minha boca esfomeada tudo que eu tenho direito,

enquanto te chupo, tua porra escorre entre meus lábios,

mas eu continuo, pois adoro sentir você

pulsando e gozando assim na minha boca,

 não paro de te mamar, quero até a última gota.

Nossa , quanto leitinho quentinho e fresquinho.

Adoro te beber. Adoro você.

PUNHETA

Porque toda forma de prazer me atrai como um imã
os pés levam a gente até o outro
E é através deles, de cada curva, de cada unha, de cada dedo
que sinto o prazer de te ter
Sentir a língua nos meus dedos me atinge como um raio
Contorço-me com o tesão inesperado e macio
que umedece essa parte do meu corpo desacostumada à saliva
É seguir a trilha da pele, a vontade da carne
Por isso, causa tesão seu pau entre meus pés
Pau na boca é abocanhar você
Pau nos pés é caminhar no seu prazer
Pisar no seu pau ereto é sensação diferente
Sentir seu gozo nos meus pés é saber que tudo em mim é desejado
E as mãos livres, caminham pelo meu corpo, procurando gemidos
De uma ponta à outra o orgasmo é possível.

CHUPANDO

Tanto tesão, saudade e vontade que não cabem em mim...

Acordar gozando, rolando na cama numa excitação,

onde os dedos já não me bastam,

e meu corpo aspira e transpira você.

Eu quero e tem que ser pra ontem

Quero de novo teu cheiro, teu toque, teu gosto

Desnuda, pra ti eu me abro, eu escorro,

eu me dissolvo em você

E com sede, você encosta a boca e começa a beber

Suga aquilo que é meu e também teu

Bebe o que é feito pra ti toda vez que eu te vejo.

A MAIS BELA FLOR‏

Abrindo as pétalas orvalhadas
rosa flor delicada cobiçada
de pistilo saliente
que cresce quando regada à saliva
festa pra todos os sentidos
Toca na minha buceta
vermelhinha molhadinha
suculenta bem quentinha
cheira chupa
come com os olhos.

DE ESPADA EM RISTE

Vem, amada, me dizer quem és

e por que de súbito me prendes

ao teu lúbrico encanto...

Vem que eu preciso

te dizer quem sou

e por que sou à noite

teu fauno e teu escravo.

Mais do que uma cona

para gáudio de meu pênis,

eu quero uma mulher

com alma e sentimentos.

Vamos unir nossos sexos

em todas as loucuras

que o prazer nos guarda,

e beber no paroxismo dessa hora

a poesia do orgasmo,

o néctar da vida.

Vem, amada,

quero ouvir em tua boca

o poema que o amor te inspirou.

Vem, faze ao meu falo

uma declaração de amor,

que em tua vulva meus lábios

e minha língua entoarão

um hino ao erotismo e ao prazer.

Vem, que eu te espero

com meu verso inusitado

e com meu cetro de nervos

feito espada em riste,

que anseia e que insiste

em se fazer presente...

Vem, amada, traz o amor sem medo

e faz de tua vagina

uma bainha ardente!

Enviado por Spártacus

48

100